Clicky

Fale Conosco

Converse com nossos especialistas e descubra como transformar seus dados em informações seguras, disponíveis e acessíveis.

Endereço

Rua Angelo Antonello, 93 – Sala 62, Centro – Farroupilha/RS – CEP: 95170-492

Contato Comercial

Email: contato@cdbdatasolutions.com.br
Telefone: (54) 3401-1471

, ,

Aplicando a Psicologia em Projetos e Soluções de UX: A Regra do Pico Final

  • Por Giovani Andre Ferri e Paula Cerutti Ferreira
  • 16/08/2023
  • 262 Visualizações

Olá, pessoal!

Hoje, em nosso último post referente ao livro “Leis da Psicologia Aplicadas a UX – Usando psicologia para projetar produtos e serviços melhores”, iremos abordar um tema de extrema relevância no mundo do Design: A Regra do Pico Final.

Ao desenvolver produtos digitais, como aplicativos, sites e dashboards, o objetivo final é criar uma experiência de usuário excepcional que deixe uma impressão duradoura. Uma técnica poderosa para alcançar esse objetivo é a do Pico Final.

Mas do que essa ideia se trata?

A Regra do Pico Final é um conceito psicológico que afirma que as pessoas tendem a lembrar de experiências com base nos pontos de maior intensidade emocional e nos momentos finais de uma experiência. Isso significa que os momentos mais intensos, sejam positivos ou negativos, e o desfecho de uma experiência, têm um impacto desproporcional na forma como as lembranças são formadas.

E como podemos aplicar esse conceito da psicologia ao design UX? Vamos citar alguns pontos que vão ajudar a esclarecer:

1- Crie um pico positivo inicial: Desde o primeiro momento em que os usuários interagem com seu produto, é importante criar um pico positivo. Isso pode ser alcançado por meio de um design atraente, uma interface intuitiva e uma experiência inicial envolvente. Pense em como você pode encantar e surpreender os usuários desde o início.

2- Aumente a intensidade emocional: Para deixar uma impressão duradoura, é essencial criar momentos de alta intensidade emocional ao longo da experiência do usuário. Isso pode ser alcançado através de elementos como animações, micro interações, cores vibrantes e feedback visual gratificante. Ao projetar interações que evocam emoções positivas, você aumenta a probabilidade de o usuário se lembrar do seu produto e voltar a utilizá-lo.

A ferramenta Duolingo, por exemplo, utiliza de cartões com a mascote, com o intuito de encorajar os usuários durante o processo de aprendizado.

3- Entregue um desfecho memorável: O final da experiência do usuário é o momento crucial para aplicar a Regra do Pico Final. Certifique-se de que o desfecho seja memorável, permitindo influenciar a percepção geral da experiência e o usuário. Isso pode ser feito por meio de uma mensagem positiva, um feedback encorajador ou uma recompensa simbólica.

4- Simplifique e otimize a jornada do usuário: Além de criar momentos emocionalmente impactantes, é fundamental garantir que a jornada do usuário seja livre de obstáculos e não seja confusa. Simplifique a navegação, minimize o tempo de busca por um elemento e elimine qualquer coisa desnecessária que possa distrair ou frustrar o usuário. Uma experiência fluida e intuitiva contribui para a criação de um pico final positivo.

Reduzir os caminhos para alcançar um objetivo permitem uma fidelização maior do usuário.

5- Personalize a experiência do usuário: Para realmente se destacar, considere a personalização da experiência do usuário. Ao adaptar o conteúdo, a interface ou as recomendações com base nas preferências e comportamentos do usuário, você cria uma conexão mais profunda e aumenta as chances de criar um pico final positivo. Lembre-se de que uma experiência personalizada tem maior probabilidade de ser lembrada e valorizada.

Ao oferecer uma experiência de usuário excepcional, você não apenas aumenta a satisfação do usuário, mas também fortalece a fidelidade à marca e estimula a propagação positiva boca a boca. Os usuários tendem a lembrar-se de experiências emocionalmente impactantes e finais gratificantes, o que pode resultar em maior engajamento, retorno e recomendações para outros potenciais usuários. Portanto, ao projetar produtos digitais, aproveite a Regra do Pico Final como uma ferramenta valiosa para criar uma experiência de usuário que deixará uma marca positiva duradoura e conquistará o coração e a mente dos seus usuários.

Então, chegamos ao fim da nossa série de publicações referentes a esta obra de Jon Yablonski. Esperamos ter colaborado com seus projetos e seu conhecimento.

Até o próximo post! 😊

Abrir bate-papo
Olá! Somos especialistas em Infraestrutura e Inteligência de Dados.
Como podemos ajudá-lo?